quarta-feira, 11 de novembro de 2009

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Man, I'm so in love...

with this album!!!

Clicai abaixo para ficardes maravilhados com este duo mexicano da guitarra clássica:

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

terça-feira, 22 de setembro de 2009

You gotta love...

Nonsense!!!

Isto começa a parecer o GOP...

O desespero leva uma pessoa a fazer coisas ridículas, perigosas, e mesmo suicidas. O medo da derrota, com as consequências que dela se retiram (dependendo obviamente da batalha a travar), leva-nos à estupidez. Para o observador externo, com uma ponta de gosto por humor negro, o ridículo é um deleite. Ainda mais se for auxiliado.

Esta última tentativa de criar desconfiança relativamente a Sócrates revelou-se, se muita surpresa, falsa. Com a conivência de José Manuel Fernandes (e muito provavelmente de Cavaco Silva e quem sabe de outras figuras do PSD - quem sabe a Wilma Flinstone também), Fernando Lima pagou com o seu emprego (e provavelmente com a sua carreira) esta última mentira lançada sob a forma de notícia.

Mais uma vez se tentou provar que Sócrates não é de confiança. Há alguns casos que até poderiam dar alguma razão a este juízo, mas a inventar casos não se vai lá. Para um partido cujo lema de campanha é "Política de Verdade", a palhaçada em que se tornou a sua estrategização política é de rir.

Já não me lembro de todas as campanhas de difamação que foram lançadas, já são demais para serem lembradas todas. De Paulo Pedroso à sexualidade de Sócrates, do Freeport aos primos do kung fu, esta bandalhada começa a tornar-se demais. A velha estratégia adolescente: rebaixa-os, porque é mais fácil assim ultrapassá-los do que ter de te elevares.

Já chega, eu estou farto, e quero acreditar que a secção inteligente do nosso país (vulgo, pessoas que se informam e fazem julgamentos baseados no seu pensamento e na sua razão) também.

Só me faz lembrar o mês de Agosto, em que Sarah Palin e o Partido Republicano aproveitou as férias para tentar vender a ideia que o plano de saúde de Obama é uma tentativa de socializar a medicina (que, diga-se, mesmo que fosse verdade, era o melhor que podia acontecer àquele povo). Ou a história, também lançada há alguns meses, que queria demonstrar que Obama tinha nascido no Quénia, e por isso a sua presidência era inconstitucional...

A sério, chega.

sábado, 19 de setembro de 2009

Quem disse que Heavy Metal não é amor?


She seemed dressed in all of me,
stretched across my shame.
All the torments and the pain,
leak through and covered me.
I'd do anything to have her to myself,
just to have her for myself.
Now I don't know what to do,
I don't know what to do
When she makes me sad.

She is everything to me, the unrequited dream,
the song that no one sings, the unattainable.
She's a myth that I have to believe in,
all I need to make it real is one more reason.

I don't know what to do,
I don't know what to do
When she makes me sad.

But I won't let this build up inside of me,
I won't let this build up inside of me,
I won't let this build up inside of me,
I won't let this build up inside of me.

A catch in my throat,
Choke,
Torn into pieces,
I won't,
no,
I don't want to be this,
But I won't let this build up inside of me,
I won't let this build up inside of me,
I won't let this build up inside of me,
I won't let this build up inside of me.

She isn't real,
I can't make her real.
She isn't real,
I can't make her real.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Teleshopping...

No seu melhor. Se jogasse golf, comprava um.

A sério, isto é fenomenal!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

domingo, 6 de setembro de 2009

Goosebumps...

Arrepios, e um grande sorriso percorrem-me sempre que vejo isto:

sábado, 5 de setembro de 2009

Agora é que me dei conta...

Que esta:

E esta:

São a mesma pessoa!! Não acreditam? Então vejamos:
Colar de pérolas? Check.
Préhistóricas? Check.

Quem será o Fred??

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Cover day...


Creeping Death

Am I Evil?

Blitzkrieg!

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Juro que um dia ainda o faço...

É tão irritante. "Então, um rapaz tão bonito e bem educado e ainda não está casado? Ah, de certeza que já não demora..." Dizem as velhotas que deste mundo percebem mais do que eu, certamente.
Juro que vou começar a responder na mesma moeda, mas só que em funerais: "... já não demora, a seguir é você!"

Momento "polir o ego"...


domingo, 30 de agosto de 2009

Back to basics...


Back to the classics. A eleita melhor música de Rock do séc. XX, Black Sabath "Paranoid". A voz perturbadora de Ozzy Osbourne, a guitarra do riff-master Tony Iommi, o baixo cavalgante do Geezer, a percursão supreendente do Bill Ward...
Uma letra simples, e eficaz:
Finished with my woman 'cause she couldnt help me with my mind
People think Im insane because I am frowning all the time
All day long I think of things but nothing seems to satisfy
Think Ill lose my mind if I dont find something to pacify

Can you help me occupy my brain?
Whoah yeah

I need someone to show me the things in life that I cant find
I cant see the things that make true happiness, I must be blind

Make a joke and I will sigh and you will laugh and I will cry
Happiness I cannot feel and love to me is so unreal

And so as you hear these words telling you now of my state
I tell you to enjoy life I wish I could but it's too late

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Como cativar um leitor...

Por José Saramago:
"O ser humano inventou Deus e depois escravizou-se a Ele."

Novo romance, intitulado "Caim".

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Mais uma pérola...


Do cinema alternativo. Em dia de estreia de mais um filme do meu realizador favorito, não podia deixar de aqui colocar uma homenagem ao cinema americano. Vou já procurar este na Fnac:

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Parece que afinal...

Vou comprar um álbum físico este ano...

Há também esta e esta, para quem estiver interessado.

Entre papas e putas...

Claro, repórteres atropelados. Eu sabia esta, mas não me lembrei na hora do exame.

Momento idiota do dia, parte 2...

Isto de levar com uma falésia em cima é coisa para estragar umas férias, não?

Momento idiota do dia...

Ao folhear a Visão em busca da anunciada (na capa) entrevista ao Tarantino, deparo-me com uma pérola da Paris Hilton portuguesa, a Carolina Patrocínio:

"Só como cerejas se a minha empregada lhes tirar os caroços."

Bem, podia com isto fazer uma dezena de piadas porcas, javardas mesmo, de baixo nível. Vou deixar isso para os comentários.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Podia ter sido eu...

Mas houve quem tivesse a ideia primeiro...

Fuckin' priceless...

Veta-me este!

Sinceramente, não compreendo o motivo para tal afastamento entre Belém e S. Bento. Uma ligação institucional tão forte que até os Gatos gozaram com a situação (em mais um momento brilhante do RAP).
Serão só as eleições? Será por ser a sua amiga Manelita das Pérolas a concorrer contra o seu ex-amigo?
Este último veto, à lei das uniões de facto, choca-me particularmente. Em nome de uma agenda política (que ainda estaremos para conhecer; se alguém conhece o programa eleitoral do PSD, que me avise, que ainda não ouvi nada, e o que ouvi deu para rir), brinca-se e hipoteca-se o futuro de vários milhares de portugueses. Com que direito uma união de facto não deve ter os mesmos direitos que um casamento consagrado?? Só porque a igreja diz que não? A resposta do PP foi própria de um desvairado elitista e homofóbico, enfim, nada de novo. A esquerda lamentou, e o PSD esteve calado, o que me pareceu sensato, uma vez que para dizer merda, mais vale não falar...
Eu falo, e cada vez mais admiro com incredibilidade a noção que a classe política não serve os constituintes, mas sim os seus próprios interesses e dos seus lobbys de eleição...

Enfim, cada vez mais me lembro das minhas palavras (aparentemente proféticas) quando revelei que ia votar no Alegre: "O Soares ainda vai f*der tudo." Não sei se ele fazia melhor, ou se também compraria guerras com o governo (como tem gostado de fazer ultimamente), mas pelo menos sabe comer bolo rei de boca fechada.

domingo, 23 de agosto de 2009

Filho... da... PUTA!

Já sabia que a música Aesthetics of Hate, dos Machine Head, era uma resposta do guitarrista/vocalista Robbie Flynn a um artigo de um idiota conservador americano que rejubilou com o assassinato de "Dimebag" Darrell, um guitarrista de uma banda de que, sinceramente, também não sou fã (Pantera).
Lembrei-me hoje de ler o artigo. E, diabos me levem, se também não fiquei furioso. Grandessíssimo idiota, filho da puta, e outros nomes menos lisonjeiros passaram pela minha mente enquanto lia este relatório de ódio, preconceito e pura ignorância.
Sempre achei a letra da música algo exagerada, mas ao ler o texto não pude deixar de experimentar uma revolta semelhante.
Para quem quiser saber do que falo, o texto está aqui, a música aqui e a letra da mesma aqui.

É por estas e por outras que cada vez tenho menos fé na humanidade....

O melhor refrão...

Que alguma vez ouvi:

This is a call to arms,
Will you stand beside me?
This is our time to fight
No more compromising
And this blackened heart will sing
For sad solidarity

Halo over our demise
Following a god so blind
Shallow in their sickening
Swallow not, the shit they feed

This is a right to life,
Not the Religious Right's act
This is abortion's knife,
Aiming at the wombs of
The Christian conspiracy
See open thine eyes and see, the

Halo over our demise
Following a god so blind
Shallow in their sickening
Swallow not, the shit they feed

Our time will come, our time will come
Our time is now, our time is now

And I won't pray for you

Halo over our demise
Following a god so blind
Shallow in their sickening
Swallow not, the shit they feed

The words will never hold us down
Prayers won't be spared on you
Satisfaction denied
'Til you're dead and gone
Gone
Dead and gone!
You're gone!

sábado, 22 de agosto de 2009

Provavelmente...

A capa de um livro mais ridícula de sempre:

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

O que fazer...

Quando vamos ao lado de um idiota num avião? Nada temam, meus queridos, estou aqui para aliviar as vossas dores. É só seguir estes simples passos:
  1. Peguem no vosso portátil
  2. Lentamente, abram-no.
  3. Liguem-no.
  4. Tenham a certeza que o idiota está a prestar atenção. Ponham uma cara de stressado.
  5. Liguem-se à internet.
  6. Fechem os olhos com força, e murmurem uma reza imperceptível e numa língua esquisita.
  7. Abram os olhos, em direcção ao céu.
  8. Respirem fundo e vão até a este site.
Agora admirem a cara do idiota. O voo acabou de ficar bem melhor, não?

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Keywords...

Recomendo vivamente:

I certainly honestly believe that religion is detrimental to the progress of humanity.

The plain fact is religion must die, for mankind to live. If you believe the world will come to an end and you'll be taken to a better place, doesn't that steal you your will to make this world a better place?

Faith means making a virtue out of not thinking.

The only appropriate aproach for man to have about the big questions is not the arrogant certitude that is the hallmark of religion, but doubt. Doubt is humble and that's what Man needs to be, considering that history is just a litany of humans getting shit dead wrong.

And those who consider themselves only moderately religious really need to look in the mirror and realize that the solace and comfort that religion brings you actually comes at a terrible price.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Malta...

Como é que falhámos esta terra na nossa roadtrip??

O Pedro e o Alex haviam de ter delirado!

domingo, 16 de agosto de 2009

Were we go again...

Mais um ano começa. Mais uma ronda de novidades repetidas, de repetições de novidades. Mais do mesmo, mais do novo.
Same old, same new. A antecipação pelo desconhecido, o conforto da familiaridade, a ânsia pelo risco, o carinho da segurança.
Sinto-me feliz, sou feliz. Contudo, sou assaltado constantemente por uma ânsia de mudar, arriscar, saltar, voar. A inquietude que desprezo em mim dá-me ânimo e coragem para arriscar, para descobrir uma melhor situação que nem sempre sei se quero experimentar.
A segurança dos clássicos, a desilução com as novidades. O enfado com o antigo, a exitação com o novo. A new day, a new prospect, so they say. Carpe diem, digo eu. A fucking day at a time. Sem planos, sem gostos, sem vontades. Apenas aproveitar o que me passa à frente dos olhos. Sina do conformado, felicidade do encostado.
Mais do mesmo, com pequenas nuances. Nunca amando, só gostando. Nunca odiando, só ignorando.
A vida tépida, o cigarro a meio. Um cigarro por cada vez que perdi a coragem de falar, de agir, de... Não é o vício, não é o prazer, é a companhia, é o ocupar da mente. É o desprezar da realidade por 5minutos, depois penso nisso, perdi a oportunidade? Depois penso noutra, enquanto tiver tabaco, não deixarei de sonhar.
Não ambiciono conhecer tudo, entender de tudo, falar de tudo. Não sei o que ambiciono, mas nos prazeres que experimento, tento capturar a sua essência, como se fossem peças de um puzzle a que se poderá um dia chamar o meu ser. Há peças que ninguém viu, algumas nem eu as vi. Outras foram modificadas pelo destino, ilustrando agora uma imagem bem diferente do que poderia ser.
Adoro a minha vida, e ao mesmo tempo sofro atrozmente com ela. Sou de extremos, toda a gente o sabe bem. Normalmente no pico superior, mas a cada pico sucede-se inexoravelmente um vale, para novamente ascender. A média? Um calmo e linear horizonte, sem altos nem baixos. Nunca amando, nunca odiando. É assim a vida de quem não ama e que ao mesmo tempo gosta demais.
Cada vez melhor a lidar com as mesmas situações, admirando-se sempre de cair nos mesmos erros. Desta vez será diferente, diz este; agora é que é, diz o outro. E sem convicção, ele avança para o palco, para descobrir que não sabe o seu papel. E no entanto, improvisando, até arranca aplausos. Não é uma ovação, mas também não é isso que deseja. Apenas uma morna aprovação, nem mais, nem menos. Nunca mais, nunca menos. Sem chatices, sem felicidades.
Acendo agora o último cigarro do dia, preparo o despertador. A rotina do diário, same old, same new. Letting the water flow, trying not to get too wet.
Desencontros sucedem-se, a colisão perfeita sempre adiada. O protão e o electrão, sempre ligados, sempre sem se encontrarem. Same shit, every single time. A alma dos homens de Sagres diluiu-se neste espécime, não há gosto pelo desconhecido, pela novidade. Apenas o conforto do conhecido, nunca mais, nunca menos. Se não fosse a ocasional libertação orgásmica diária pela música, não sei o que seria desta cabeça. Como consegues ouvir isso, é horrível! Dizem eles. Como é possível não o ouvir, pergunto eu? A violência, a brutalidade, a energia, o negro dão-me força, mais do que é possível compreender. O belo comove-me, mas deprime-me. É fácil cantar sobre amor, é difícil isso dizer-me algo.
Pego num livro, vejo um filme, contemplo arte, percebo o mundo pelos olhos de outros. Pelos meus, parece sempre o mesmo, excepto naqueles momentos em que os décibeis me arrancam do marasmo e me levam ao nirvana.
Como o outono se sucede ao verão e a primavera ao inverno, vamos vivendo ou sobrevivendo, tentando deixar a nossa marca. Esforço-me para que seja indelével, algumas vezes não a marca mais agradável. Não me podia importar menos, desde que ela perdure.
Escrever um livro, plantar uma árvore, ter um filho. Clichés de quem não tem destino na vida. Ambiciono tudo, não desejo nada. O marasmo da novidade, a excitação da rotina.

Mais um ano começa, venha ele. Estou preparado.

Of the beauty...


E quando se apercebeu
que tudo aquilo não podia ser captado
no espaço de uma vida
tudo o resto pareceu triste a seus olhos

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Boas férias

Vou-me embora, encontramo-nos dia 17 (ou para alguns de vós, um pouco antes).
Beijos e abraços, o último a sair que apague a luz e desligue o gás.

E vão 4...

Este é o último, já estava na calha há uns bons 4 anos. Mais 4 se encontram a ser revistos!

quarta-feira, 22 de julho de 2009

A excelência de conteúdos...

Pelo menos em publicidade. Este spot está fenomenal:

domingo, 19 de julho de 2009

sábado, 11 de julho de 2009

Ora, em termos de apostas...

Acertei 12 em 18 músicas... não fiquei descontente com o que calhou, confesso. A minha (falta de) voz e imobilidade de pescoço são prova de tal.

A abertura, a grande abertura! Ao som de Ennio Morricone, começamos com Blackened. E o meu corpo já extremamente castigado por um concerto FENOMENAL de Slipknot, foi buscar forças aonde já não as sabia ter. Um período de descanso para o pescoço com For whom the bell tolls, um ritmo mais lento ao som de Hemingway.
A primeira raridade seguiu-se. Holier than thou, do black album. Rápida, castigadora e muitíssimo bem vinda. A segunda surpresa imediatamente, Leper Messiah, um tema que me diz cada vez mais (Send me money/Send me green/Heaven you will meet/make your contribuition/you'll get a better seat/bow to the leper messiah! Whitchery, weakening, see the sheep are gathering/Set the trap, hipnotize, now you follow!).
Fade to black, as lágrimas em forma de acordes. Recordar uma grande versão, postada há algum tempo...
Duas novas músicas (BB&S e Cyanide), as únicas "decepções". Estava à espera que fossem fenomenais ao vivo, afinal são só óptimas.
Sad but true e One, nunca falham. O maior hino anti-guerra alguma vez escrito continua a mexer com toda a gente, pois a electricidade no ar era palpável.
All nightmare long. A melhor música do Death Magnetic. Nova explosão no meu pescoço e na minha garganta. Absolutamente devastadora, um monstro de música, ao vivo é ainda melhor (dificilmente o acharia possível, mas eles lá conseguiram...)
The day that never comes, mais uma nova música, mais um momento mais íntimo. Prejudicada por alguns erros nas dual harmonies, com alguma desincronização, mas nada de grave.
Master of puppets. 'nuff said. Nunca falha. E também NUNCA vi nenhum público a cantar um solo de guitarra. Com esta música, acontece todas a vezes. Expliquem-me como é possível gostar mais...
Fight fire with fire (Lisbon, how does it feels to be alive?? SHOW ME!!), uma grande, grande surpresa. O thrash puro e duro, em Algés. Quando acabou o meu cérebro e todo o meu corpo me disse "Tás parvo?? Para com isto!" mas eu e o meu coração aguentámos fortes porque We'll never stop, we'll never quit, 'Cause WE ARE metallica!
Nothing else matters, também uma que não falha. Conhecem outra banda que tenha uma música dedicada aos fãs? Pois, acho que não. E nós agradecemos e cantamos bem alto, de telemóvel em riste, para gravar ou tentar transmitir em directo o que se sente nesse momento, pois mais nada importa...
Enter Sandman=Rock. Ponto. Parágrafo.

O encore, igual a sempre. Uma cover, uma velhinha e uma residente. A cover desta vez calhou ser dos Misfits, Die, die my darling. Um som muito agradável, mas os meus níveis de ATP já eram perigosamente baixos.
Mal sabia eu que eles sacariam da Whiplash. O refrão diz tudo de mim nesse momento: Adrenaline starts to flow, you're thrashing all around, acting like a maniac... WHIPLASH!!!
E, sempre, sempre a fechar... O último resquício de energia, para abanar mais um pouco, para cantar/gritar só mais uns minutos... SEEK..... AND..... DESTROY!!!!!!!

Tudo resumido??? Duas palavras:


FUCK YEAH!!!

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Have a very nice weekend!

Eu sei que vou ter!! Ora vejamos:
5a, vou ter isto, isto e isto.
6a vou ter isto, isto e se calhar isto até cair pró lado.
Sábado, repete a dose de 6a.

My kinda weekend!

sábado, 4 de julho de 2009

Desafio...

Vou tentar adivinhar a setlist de 5a feira:

  1. That was just your life
  2. The end of the line
  3. Holier than thou
  4. Of wolf and man
  5. One
  6. Broken, beat and scarred
  7. Cyanide
  8. Sad but true
  9. Fade to black
  10. All nightmare long
  11. The day that never comes
  12. Master of Puppets
  13. Dyer's eve
  14. Nothing else matters
  15. Enter sandman
  16. Stone cold crazy
  17. Trapped under ice
  18. Seek and destroy
Roendo unhas, a contar todos os minutinhos, à espera... E Machine Head e Slipknot.... Ai, ai, ai, ai, ai....

sexta-feira, 3 de julho de 2009

terça-feira, 30 de junho de 2009

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Sobre a boneca de trapos...

Confesso, não sou o maior fã de Michael Jackson. Conheço algumas músicas, e algumas até que são engraçadas, inovativas e inspiradoras. Thriller, Beat it, etc, etc.
Assim, em jeito de homenagem a um grande criativo musical (que ninguém poderá contestar), deixo aqui um sonzinho que é dos meus favoritos, do tempo em que ele ainda era jovem, e de raça e sexo definível:

Como não podia deixar de ser, não resisto a fazer uma piadola. Ao menos, centenas de crianças vão dormir mais descansadas hoje!

domingo, 21 de junho de 2009

As drogas são fixes...

Piada fresquinha!

Só agora soube quem era o piloto do voo da AirFrance...


Era o Jaques Costeau!


(créditos: a minha pessoa! reclamações, estou à espera do livro)

sábado, 20 de junho de 2009

Die hard...

You rise.
You FALL.
You’re down, then you rise again.
What don’t kill ya make ya more strong.
Rise, fall, DOWN, rise again
What don’t kill ya make ya more strong.
They scratch me
They scrape me
They cut and rape me

Breaking your teeth on the hard life comin’.
SHOW YOUR SCARS!
Cutting your feet on the hard earth runnin’.
SHOW YOUR SCARS!
Breaking your life, broken, beat and scarred
But we die hard
!

Doris?


Quando se fará justiça?

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Fade to black


Se achares que esta música não é linda, aparentemente não tens sentimentos...

Ah! O amor....

Identifiquei-me um pouquinho... Mais alguém?

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Death of an angel...

St. Anger rules!

Been here before couldn't say I liked it
Do I start writing all this down?
Just let me plug you into my world
Can't you help me be uncrazy?

Name this for me, heat the cold air
Take the chill off of my life
And if I could I'd turn my eyes
To look inside to see what's comin'

It comes alive
And I die a little more
It comes alive
Each moment here I die a little more

Then the unnamed feeling
It comes alive
Then the unnamed feeling
Takes me away

I'm frantic in your soothing arms
I can not sleep in this down filled world
I've found safety in this loneliness
But I can not stand it anymore

Cross my heart and hope not to die
Swallow evil, ride the sky
Lose myself in a crowded room
You fool, you fool, it will be here soon

It comes alive
And I die a little more
It comes alive
Each moment here I die a little more

Then the unnamed feeling
It comes alive
Then the unnamed feeling
Treats me this way
And I wait for this train
Toes over the line
And then the unnamed feeling
Takes me away

Droga...

Kilos e kilos de droga, estupefacientes e narcóticos...

Public service anouncement...

Crash course in English.

(Ligar o som).

terça-feira, 16 de junho de 2009

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Por falar em clássicos...

"Sometimes I wish I had never met you. Because then I could go to sleep at night not knowing there was someone like you out there."

I'm a lumberjack and I'm ok...


Nada como rever os clássicos para me fazer sentir melhor!

domingo, 14 de junho de 2009

Emptyness revisited...

Why the hollow after the fill?
Why the lonelyness after the company?
Why have I done this, again on the same trap?
Waiting for the one
The day that never comes
When you stand up and feel the warmth
But the son shine never comes.
No, the son shine never comes.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Up the irons!!


As the guards march me out to the courtyard
Someone calls from a cell God be with you
If theres a God then why has he let me die?

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Da inteligência...

Não consigo compreender como um pessoa inteligente se filia num partido político.

A. Einstein

domingo, 7 de junho de 2009

Sobre o ridículo...

Não sei quem é mais idiota, se o Rangel por se congratular pela vitória do Berlusconi, se o povo italiano por ainda votar nele...
Should have...

Sondagem à boca da urna...

Numa situação em que nos encontramos na noite, a caminho de um sítio muito concorrido, o que é melhor:
Conhecer o porteiro/segurança
Conhecer o barman

Uma dúvida que me assaltou... Cumpram o vosso dever cívico e votem!

sexta-feira, 5 de junho de 2009

After 20 years...

Porque é importante recordar. Porque quem deveria recordar, é proibido de o fazer. Porque massacres são massacres. Porque ditaduras repressivas e violentas são o que são, independentemente da ideologia política vigente. Porque sim, porque é responsável, e é o nosso dever.

Tiananmen, 20 anos depois. Eu recordo.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Até prá semana...

Vou ali instruir-me. Volto 6a. Peço desculpa por qualquer inconveniência.

domingo, 31 de maio de 2009

Possivelmente a melhor notícia...

do ano!

Lessons in musicality...

Como pegar numa "música" do MeioDólar e do Justino e fazer disso um grande som:

Agora o vídeo é que... prontos, como dizia o outro...
P.S.: Ivan, Gaspar, a dourada de Altura não era assim pois não? :)

terça-feira, 26 de maio de 2009

Requiem for a life...

Shadows on my thought
Haunted by that line
Don't want to get caught
Light without shine
Weirdness on absence
Weakness on gatherness
Sight without a lens
Mind clouded in a mess

Push me cross that line
Dividing if from sure
Won't be down this time
Resisting this allure
Alive nightmare awake
Weird dream haze
For sanity's sake
Get out of this maze

Not sure
what to do,
what to say,
what to create
Mind's about to break!!

As light to a moth
Do what's kind
Deny the call not
Clarify the sign
Situation without sense
Knowing less and less
Destroy the suspense
End the distress!

Filled with pride
Just need the cure
Have I been lied?
Just not sure
Apple of the snake
I feel amazed
That I might stake
Hopes are raised

Not sure
what could be
what might be
what is going to take
For the partake


Numbness
Weakness
Darkness

Fearful
Tearful
Too full, too damn full

Whackjob, USA...

Dasse... Simplesmente, p*ta que pariu...

quinta-feira, 21 de maio de 2009

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Ah! Nostalgia...

Divagação pelo YouTube. Encontrei um canal de um jovem que se dedica a recolher as músicas de MUITOS jogos, a grande maioria da minha infância e adolescência. Tanto clássico, tanta recordação...
Aqui vão algumas das minhas favoritas, que curiosamente coincidem com os meus jogos favoritos de todos os tempos. Coincidência?
Super Mario

Sonic
F-Zero
Castlevania IV

The Secret of Monkey Island
Street Fighter II
Earthworm Jim
Golden Axe
OutRun
C&C e C&C:Red Alert
Duke Nukem

Indiana Jones and the fate of Atlantis
FINAL FANTASY VII!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Final Fantasy VIII
Final Fantasy IX
Metal Gear Solid
Half-Life 1


Quais são os vossas bandas sonoras favoritas? Falta-me aqui alguma que deveria mesmo estar? Já sei que o Marco vai dizer o StarCraft, mas tenho de confessar... Nunca joguei StarCraft...

sábado, 16 de maio de 2009

Da ironia...

A primeira cidade, construída de raiz de modo a ser absolutamente neutra em termos de impacto ambiental, está a ser construída com fundos da venda de petróleo...

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Men rules...

We always hear ' the rules ' From the female side
Now here are the rules from the male side.


These are our rules!
Please note... These are all numbered '1 '
ON PURPOSE!


1. Men are NOT mind readers.

1. Learn to work the toilet seat.
You're a big girl. If it's up, put it down..
We need it up, you need it down.
You don't hear us complaining about you leaving it down.

1. Sunday sports It's like the full moon
Or the changing of the tides.
Let it be.

1. Crying is blackmail.

1.. Ask for what you want.
Let us be clear on this one:
Subtle hints do not work!
Strong hints do not work!
Obvious hints do not work!
Just say it!

1.. Yes and No are perfectly acceptable answers to almost every question.

1. Come to us with a problem only if you want help solving it. That's what we do.
Sympathy is what your girlfriends are for.

1. Anything we said 6 months ago is inadmissible in an argument.
In fact, all comments become null and void after 7 Days.

1. If you think you're fat, you probably are.
Don't ask us.

1. If something we said can be interpreted two ways and one of the ways makes you sad or angry, we meant the other one

1. You can either ask us to do something
Or tell us how you want it done.
Not both.
If you already know best how to do it, just do it yourself.

1. Whenever possible, Please say whatever you have to say during commercials.

1. Christopher Columbus did NOT need directions and neither do we.

1. ALL men see in only 16 colors, like Windows default settings.
Peach, for example, is a fruit, not A color. Pumpkin is also a fruit. We have no idea what mauve is.

1. If it itches, it will be scratched..
We do that.

1. If we ask what is wrong and you say 'nothing,' We will act like nothing's wrong.
We know you are lying, but it is just not worth the hassle.

1. If you ask a question you don't want an answer to, Expect an answer you don't want to hear.

1. When we have to go somewhere, absolutely anything you wear is fine.... Really .

1. Don't ask us what we're thinking about unless you are prepared to discuss such topics as baseball or motor sports.



1. You have enough clothes.

1. You have too many shoes.

1. I am in shape. Round IS a shape!

1. Thank you for reading this.
Yes, I know, I have to sleep on the couch tonight.


But did you know men really don't mind that? It's like camping.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Errata:

Não houve violação na queima, mas sim tentativa... Antes que a história seja vendida à Lux ou à Flash! :)

Saudades de um grande dia...

Alive.... at the end of the Earth!!!!

Agora é que vão ser elas...

Adquiri este brinquedinho. Agora, com som de jeito, é que vai ser debitar vídeos gostosos no tubo...

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Acordei com o toque suave de um beijo
E uma cara  sardenta encheu-me o olhar
Ainda meio a sonhar, perguntei-lhe quem era
Ela riu-se e disse baixinho...

sábado, 9 de maio de 2009

A pomada...

O vinho de ontem estagiou 2 anos, não em barricas de carvalho, nem de faia. Foi mesmo em contraplacado...

Abençoadas litradas de Bock... Senti-me tão pedreiro...

segunda-feira, 4 de maio de 2009

segunda-feira, 27 de abril de 2009

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Sobre a Liberdade...

Em resposta a um post noutro blog, sobre a liberdade/libertinagem da nossa imprensa e em jeito de reflexão sobre o 25 de Abril, aqui fica o meu pús:

"Pois...O conceito de liberdade tem sido abusado, como seria de esperar numa ainda jovem democracia. Afinal, a juventude é um período de experiências e de vivências, em que se aprende a conhecer-se e a conhecer os nossos limites.
Sem dúvida que a nossa imprensa tem abusado em diversos campos, quer seja por publicação de casos em segredo de justiça, em mediatização de tragédias pessoais/gerais, ou mesmo em casos de puro aproveitamento político/social.
O objectivo dos media é informar. Não educar, não criar opiniões nem lançar agendas. Para isso servem os editoriais e os artigos de opinião.
O nosso jornalismo, salvo raríssimas excepções, ainda está longe de amadurecer. Porquê? Principalmente, porque vende. O 24Horas, o Record, o telejornal da TVI, são todos líderes do mercado em que se inserem. E poderão argumentar que se estão no topo, é porque dão ao povo o que ele quer.
O povo, claramente, não sabe o que quer ou então, quer o que quer pelas razões erradas.
Um jornalismo de alta qualidade, íntegro, sem filiações nem agendas, basicamente jornalismo de alto nível (como o que acontece semanalmente em dois dos meus programas favoritos, curiosamente ambos no mesmo canal - Sic Notícias -, o 60minutos e o Sociedade das Nações) é necessário, é vital para uma sociedade informada, culta e verdadeiramente democrática.
Aí, nesses casos, sem preconceitos nem agendas, educa-se e moldam-se opiniões, sem dúvida, mas não são pensadas por outros, mas sim pelo espectador/leitor/whatever.

Os nossos media começam a assemelhar-se muito aos media americanos e ao tablóide inglês. Temos tanto prazer em qualificar o povo americano como burro (para usar um eufemismo) e o inglês como desvairado (para usar uma caneca de Sagres), que não nos apercebemos que esta superioridade moral/intelectual só existe na nossa cabeça.

Dizia ontem o Ramalho Eanes que temos neste país o que merecemos. Não deixa de ser verdade, mas estaremos contentes com o que fazemos por merecer? Eu não estou.
Este não é o melhor governo de sempre. Sócrates é inconsistente, para dizer o menos. O ministro da economia é uma piada. A cultura e o ambiente não existem. As obras públicas, para não variar, estão rendidas aos lobbys do betão. A educação peca pela intransigência e a obsessão. A saúde afasta-se cada vez mais da medicina para todos, em todo o lado.
Mas não estou a dizer que Ferreira Leite seja melhor, aliás, estou convencido que será bem pior. E digam-me se houve ou há algum político nos últimos 20 anos que tenha sido melhor. Apesar de todas as reformas e projectos positivos (e foram muitos, a meu ver) assinados por este governo nos últimos 4 anos, votamos no mal menor. Não é suposto ser assim, não gosto que seja assim.
Exigimos mais? Não. Temos o que merecemos. É como a crise de avançados na selecção. Não temos melhor? Pomos o puto maravilha/petulante a remediar ou importamos as sobras de um país de 3o mundo.

Agora vou ali acabar o meu doutoramento enquanto os fundos comunitários não acabam, porque no estrangeiro estão desejosos de pessoal qualificado e já com as despesas de treino pagas...
Fiquem com os cravos, que eu vejo os jogos do Porto pela internet, provavelmente bem longe daqui."

quarta-feira, 15 de abril de 2009

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Piropo da semana...

Posso-me sentar ao teu colo? É que nunca andei de avião...


Roubado daqui.

domingo, 5 de abril de 2009

Brotherly love....


Para ver uns quantos discursos que teriam envergonhado o speechwriter do Obama, clicai aqui e aqui. O discurso do Flea (Red Hot Chilly Peppers), encontra-se aqui, e é a síntese do que é ser fã de uma banda.

segunda-feira, 30 de março de 2009

Publicidade no seu melhor...

Falemos verdade. Este é um dos melhores reclames de sempre. Como melhorá-lo? Não sei dizer. E que tal gozar com ele, e fazer na mesma um anúncio a sério? Uma ideia de génio:

domingo, 22 de março de 2009

Momento controverso...

Já há algum tempo que não escrevo aqui nada de repulsivo, ofensivo ou simplesmente incomprensível. Por isso aqui vai:

Não há nada mais sexy do que discutir política internacional com uma mulher.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Gostei desta...

Uma boa gargalhada, de quem viveu isto de bem perto...

sexta-feira, 13 de março de 2009

Também já é demais!!

Coitados. O Sporting anda mesmo em maré de azar. Depois de não conseguir dar o salto para o 1º lugar do campeonato, a desgraça europeia, o cabelo do Paulo Bento, sabe-se hoje que ele quer voltar...
Epá, está bem que é Sexta-Feira 13, mas também não é preciso abusar...

quarta-feira, 4 de março de 2009

The dawn of a new era...

A primeira participação no YouTube. Pouca qualidade de imagem e de som, mas é pouco mais que um vídeo de teste. Mesmo assim, acho que não está mau...
Metallica, 1984. RIDE THE LIGHTNING!!!

Marco, qual era aquele micro de que me tinhas falado? Da Sony, não era? Definitivamente, preciso de um micro de jeito... E de começar a brincar com a GT-8...

Já agora, o original está aqui...

segunda-feira, 2 de março de 2009

Há muito poucas coisas que me tiram do sério...

Esta é uma delas. Fico mesmo lixado com F...
Que se lixe, fico mesmo fodido da cabeça.
Alguém me explica o objectivo da caça? A sua necessidade?
Porque não proibi-la? E já agora, às touradas também?

Opá, a sério....

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Padre das caraíbas...

Gosto especialmente dos agudos finais... Quem é que é vosso amigo?

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Então vamos lá pessoal!

Este ano atrasámo-nos, mas ainda vai a tempo. As minhas apostas:

Actor: Mickey Rourke
Actor 2o: Heath Ledger
Actriz: Kate Winslet
Actriz 2a: Viola Davis
Filme animado: Wall-E
Direcção artística: Changeling
Cinematografia: Slumdog
Guarda-roupa: The Duchess
Realizador: Danny Boyle
Documentário: Man on wire
Curta documentário: The witness
Edição: Slumdog
Filme estrangeiro: The Baader Meinhof complex
Maquilhagem: Benjamin
Banda sonora: Slumdog
Música: Jai Ho
Filme: Slumdog
Curta animada: This way up
Curta: New boy
Edição som: Dark knight
Mistura som: Benjamin
Efeitos visuais: Dark knight
Argumento adaptado: Slumdog
Argumento original: Milk

Confiante, Gaspar? Desconfio que te roubo a coroa este ano...

sábado, 21 de fevereiro de 2009

domingo, 15 de fevereiro de 2009

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Os novos Xutos...


Ah pois é, não é que o Correio da Manhã acertou?
Dia 9 de Julho, Optimus Alive, Passeio Marítimo de Algés...

LÁ ESTAREI!!!

Um album a explorar...


Nada mau, mesmo nada mal...